Início

09/03/2006

Mulher é a Poesia do Poeta? Ou será o Poeta que enlouquece na Sua poesia?

Dia da Mulher?

Só pode ter sido um poetinha que inventou isso por aí... rs

A mulher e os ideais revolucionários da boemia...

FREEDOM

“Sou fera,
Sou bicho,
Sou anjo e
Sou MULHER
Sou minha mãe e
Minha filha
Minha irmã
Minha MENINA.
Mas sou minha!
Só minha!
E não de quem quiser...”

“Meu ar de dominador
Dizia que eu ia ser seu dono
E nessa eu dancei!
Hoje no Universo,
Nada que brilha cega mais que seu nome”

“Tô saindo saindo com uma nêga
Ela é marrenta e brava
Mora no alto do morro e o
barraco dorme sem trava

Se ela quer ir pro samba
ela mesma se enfeita
E vai subindo a ladeira requebrando
o comentário é geral

Sabe que essa nêga valente
andava na minha cola
Chamava queria, ligava e
eu nem dava bola

Hoje ela não entra em fila
e nem dá mole a toa
Mudou de vida se deu bem
no trabalho a nêga é sensacional

Ô nêga anda mechendo com meu coração
Quando ela chega, já vai mudando a situação
E ela me esquenta ela é marrenta!

E depois do trampo a nêga
não se rende ao cansaço
Se tem sinistro lá na
esquina ela modera o passo

Pra descolar uma grana
não agulha ninguém
é livre, inteligente
e seu salário é mil e cem

Ô nêga vai me imprestando um pra eu me virar
Ô nêga o bicho pega vamos se juntar
E ela nega ela é marrenta!”



BEAUTY

“Mas você, sei lá
Você é uma mulher
Sim, você é linda
Porque é”

“Eu não sei parar de te olhar”

“Toda gente homenageia
Januária na janela
Até o mar faz maré cheia
Pra chegar mais perto dela
O pessoal desce na areia
E batuca por aquela
Que malvada se penteia
E não escuta quem apela
(...)
Ela faz que não dá conta de sua graça tão singela
O pessoal se desaponta e vai pro mar levantar vela”

TRUTH

“Vem, meu menino vadio
Vem, sem mentir pra você
Vem, mas vem sem fantasia
Que da noite pro dia
Você não vai crescer...
Vem, por favor, não evites
meu amor, meus convites
Minha dor, meus apelos
Vou te envolver nos cabelos
Vem, perder-te em meus braços
Pelo amor de Deus
Vem que eu te quero fraco
Vem que eu te quero tolo
Vem que eu te quero todo meu”

LOVE

“Se quiser ser somente minha
Exatamente essa coisinha
Essa coisa toda minha
Que ninguém mais pode ser

Você tem de me fazer um juramento
De só ter um pensamento
Ser só minha até morrer
E também de não perder esse jeitinho
De falar devagarinho
Essas histórias de você
E de repente me fazer muito carinho
E chorar bem de mansinho
Sem ninguém saber porquê”

“Deus é pai, vai saber
se acontecer
serei seu até o fim
e em tempo de chuva
que chova
eu não largo da sua mão
nem que caia um raio
eu saio
sem você na imaginação”

“Vai minha tristeza e diz a ela
Que sem ela não pode ser
Diz-lhe numa prece
Que ela regresse
Porque eu não posso mais sofrer

Chega de saudade
A realidade é que sem ela
Não há paz, não há beleza
É só tristeza, e a melancolia
Que não sai de mim, não sai de mim
Não sai

Mas se ela voltar
Se ela voltar, que coisa linda
Que coisa louca
Pois há menos peixinhos a nadar no mar
Do que os beijinhos que eu darei
Na sua boca...

Dentro dos meus braços
Os abraços hão de ser
Milhões de abraços apertado assim
Colado assim, calado assim
Abraços e beijinhos e carinhos
Sem ter fim
Que é pra acabar com esse negócio
De você viver assim
Vamos deixar desse negócio
De você viver sem mim”

“The greatest thing
You’ll ever learn
Is just to love
And be loved in return”

A homenagem seja a ELAS. A Nós!

4 comentários:

Ale disse...

Particularmente acho essa comemoração bastante infundada... boba mesmo, rs. Principalmente se comemorada com rosas de plástico.
Que eu não ganhei),rs.

Mas, vale a lembrança, no melhor estilo "Boemia A Moulin Rouge"!!

Obrigada de qq forma...

bjão

bia disse...

hehe

Será que esse dia tem alguma coisa a ver com a Hello Kitty? Ou com a máfia russa? Tem quem explique e faz até sentido, mas de que adianta o dia sem a consciência?

Também não ganhei rosa de plástico...

que pena... que peninha...

andré vhs disse...

Rosas de plástico...
Quem quer receber isso?

Bianca disse...

Dizem por aí que elas não morrem...